quarta-feira, 11 de abril de 2007

O patrocínio do Estado: falem bem de mim.


Fazendo uma pesquisa em sites na Internet, aqui do Rio Grande do Sul, pude constatar que alguns recebem patrocínio do DMAE. Não teria problema se o DMAE fosse, por exemplo, uma empresa de economia mista, como o Banrisul, Corsan, ou outra EMPRESA. Mesmo sendo pouco ético, até se relevaria. Mas o fato é que, o DEPARTAMENTO da Água e Esgotos de Porto Alegre é um órgão da Prefeitura, do Governo. Não pode ficar patrocinando site de "amiguinhos" que, por serem “amiguinhos”, serão comedidos ou nada dirão contra seus patrocidadores.


O DMAE presta relevantes serviços ao povo da cidade e, seus recursos, devem ser utilizados em prol dos munícipes. O Prefeito José Gasparzinho Fumaça, está cometendo um grave equívoco, pois ao invés de investir em saneamento investe em patrocínio. É a inversão de valores. O quê será que ele pretende?


Entre os sites que pesquisei estão o Vide Verso do jornalista chapa branca, Vitor Vieira e o do Políbio Braga que são patrocinados pelo DMAE. Já o do Diego casagrande, é patrocinado, vejam só, pela Prefeitura de Canoas. Mas o mais irônico é que, essas pessoas, são viceralmente favoráveis a diminuição do Estado, a limitação da sua interferência na economia, etc. mas não tem escrúpulos em aceitar as beneces estatais.

2 comentários:

zealfredo disse...

Estatal é ruim, exceto para me patrocinar!
De fato, estes senhores tão a favor de privatizações, e de estado mínimo deveriam ser coerentes e não aceitar patrocínio de entes estatais.

Claudia Cardoso disse...

Esta turminha não sobreviveria sem apoio estatal. O Sérgio Motta, ex-ministro FHC, certa vez, afirmou não conhecer 1 empresário paulista que sobrevivesse sem apoio {leia-se $$$) do governo. E é isso aí mesmo, zealfredo, cadê a coerência no discurso???