segunda-feira, 4 de junho de 2007

Navegar é preciso: como difundir ideais e idéias.


A mídia alternativa é, sem sombra de dúvidas, a saída para contrapor os grandes “produtores” de notícias. Vemos que, a cada dia que passa, as informações que deveriam ser prestadas por esses órgãos de comunicação social, estão cada vez mais reticentes e subjetivas, para não dizer que são, digamos “quase” mentiras. A mídia é serviçal do capital, representada pelos grandes grupos econômicos e empresas transnacionais que investem em propagandas nesses veículos. Sendo assim, esperam, em contrapartida, que sejam defendidos por esses, os seus interesses.

Não vemos quase nenhum jornal, rádio ou televisão, que tenha uma postura crítica aos acontecimentos. E quando falo em crítica, falo em criticar “todos” os aspectos dos acontecimentos, não apenas criticar o que desagrada aos seus interesses ou dos seus patrocinadores. Essa é a postura que se esperaria de uma mídia, digamos séria, pois isenta é impossível de ser, já que todos nós somos influenciados por ideais de algum viés. Mas isso não ocorre.

Porque disse isso? Para que todos que tenham alguma maneira de difundir a visão crítica dos acontecimentos, não abdiquem de faze-lo. A rede está aí para que possamos fazer, através de um trabalho de formiguinha, alcançar o maior número de pessoas, levando à elas o que não está escrito nos jornais ou o que não é visto ou ouvido nas ondas do rádio e da TV.
Para tanto, temos de difundir esses canais. E a Internet é ainda um meio democrático de difusão de idéias e de análise de fatos com um olhar mais humanista, menos economicista. Pois atualmente, tudo é visto somente pelo lado do capital, da acumulação e do lucro a qualquer custo.

Vamos difundir os Sites e Blogs que façam essa leitura, uma transgressão ao establishment e ao que nos é imposto através da mídia massificadora de hábitos, cultura e consumo.

De minha parte, já estou incluindo os que eu mais visito, mas faltam outros mais. Então, quem conhece algum que eu possa difundir aqui, não se acanhe. Vamos fazer a diferença. Também, quem mantém algum canal, faça o mesmo.

Mario Rangel

Um comentário:

Claudia Cardoso disse...

É isso aí, Mario! Hoje em dia, quem tem Internet em casa, só acredita na mídia venal porque quer. Não tem mais desculpa. As mentiras e as manipulações promovidas por jornais e concessionários de radiodifusão não se sustentam mais que 1 min, tempo de alguns cliques e acesso. Abraço!