quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Olhos Atentos: Interditada e interferindo





A arte colocada na rua tem importância fundamental para a sua popularização. Mas, é bom ter em mente, que deve-se saber qual a melhor intervenção para determinado local e, sobretudo, como será o seu futuro neste local. O urbanista e o artista devem escolher um local adequado para uma obra de arte. E esta, deve estar inserida na paisagem urbana de forma harmoniosa, sem causar impacto ou qualquer interferência que venha a descaracterizar a paisagem e/ou a obra de arte.

Durante a 5a Bienal do Mercosul, o artista José Resende projetou a obra Olhos Atentos. Composta por duas vigas de aço, que se estendem acima do Guaíba, formando uma passarela. Convidado para desenvolver uma obra contemporânea com características de um equipamento urbano, o artista criou uma estrutura suspensa com a qual as pessoas podem interagir, caminhando sobre ela. De acordo com Resende, a obra criada para a Bienal do Mercosul tem como objetivo fazer “Porto Alegre enxergar-se com novos olhos” (?).

No meu ver, esta obra, sem entrar na sua relevância enquanto manifestação artística interferiu negativamente na paisagem da orla, próximo a Usina do Gasômetro. Sua estrutura em aço, projetando-se em direção ao Guaíba, dependendo do ponto de visão, obstrui o visual desta bela paisagem.

Mas estas considerações são secundárias, pois o que eu quero aqui me referir é com o estado de conservação desta obra, que foi interditada devido a sua oxidação que fez com que o seu piso, por onde as pessoas deveriam ir até o mirante, se soltou, e apresenta riscos.



Já fazem mais de três meses e a obra Olhos Atentos ainda está interditada e, ainda interferindo na paisagem.

Até quando?

3 comentários:

Anônimo disse...

Que é bom que esta “obra de arte” está em decomposição, graças a Deus! Espero que aquele monstro
desapareça em breve da paisagem e morra na sucata!

Anônimo disse...

Essas opiniões não me espantam, o gaúcho é grosso nesno, ignorante, gente "sapateando no esterco"... saiu de um palmo além da venta não sabe e não quer entender do que se trata...

Anônimo disse...

Pessoal, que coisa, deve ser os índices escolares do Brasil, por isso o nível é baixo. Querem mesmo é canchas de futebol na orla. Por isso tem tanta gente empregado e tão poucos patrões... deviam estudar mais.