terça-feira, 2 de outubro de 2007

O pacote-bomba da tia Yeda



A mídia gaudéria é algo inominável. Hoje, passei os olhos nos quatro jornais de Porto Alegre (o "Otário Gaúcho" não conta), procurando opiniões, que sempre estão presentes quando se trata de criticar o o Lula, sobre o tarifaço, o pacote-bomba, que a tia Yeda que aplicar em nós, mas nada encontrei.

Também, um colega me passou um livro do Prof. Milton Santos, um dos maiores pensadores que o Brasil já teve, que veio bem ao encontro da leitura que fiz da falta de críticas ao "novo(?) jeito de governar".

O Professor Milton Santos diz que, no atual processo de globalização, todas as coisas deixaram de ser somente coisas, objetos. Ele afirma que hoje, tudo é ideologizado.

Então, porque não há críticas ao "pacote de maldades" do governo do PSDB no RS? Porque a mídia, é ideologizada, tem partido.

Pois ela, a tia Yeda, faz parte da ideologia vigente nesses pagos. A sua "turma", não vê problemas em o governo estadual aumentar impostos, desde que, continuem a receber as benesses do Estado. Os mesmos "incentivos".

Quem viu a gritaria quando o Olívio propôs uma readequação da base tributária, não cosegue acreditar na total falta de coerência da mídia e dos "fazedores" de opunião. Talvez hoje, os CCs, do Piratini, tenham saído a vasculhar gavetas à procura daquele projeto, seria melhor que o achassem, pois aquela proposta, mesmo não sendo a solução dos problemas do RS, beneficiaria o povo.

Um comentário:

Claudia Cardoso disse...

"Pacotes de maldade": tens toda a razão, esta governadora é CRUEL!