segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Brasil supera Grã-Bretanha e se torna 6ª maior economia, diz entidade

O Brasil deve superar a Grã-Bretanha (leia AQUIAQUI e AQUI) e se tornar a sexta maior economia do mundo ao fim de 2011, segundo projeções do Centro de Pesquisa Econômica e de Negócios (CEBR, na sigla em inglês) publicadas na imprensa britânica nesta segunda-feira.

Mas mesmo com um aumento substancial do PIB (Produto Interno Bruto), que em 2011 gegou a US$ 2,4 trilhões (R$ 4,032 trilhões) na distribuição pela população brasileira (PIB percapta), ao invés de ocuparmos a 6° posição, o Brasil cai para uma posição intermediária, ocupando 82° posição.

De qualquer forma, isso mostra que o Brasil avança, mesmo com a crise.

Cabe ao governo brasileiro adotar medidas que fortifique a economia no sentido de neutralizar os efeitos de uma situação que parece não dar sinais de se estabilizar. Ao contrário, as medidas adotadas pelo sitema financeiro europeu são insuficientes para "agradar" o mercado.