terça-feira, 30 de outubro de 2012

Poderoso furacão Sandy toca solo na costa sul de Nova Jersey



furacão Sandy, uma das maiores tempestades da história dos Estados Unidos (leia AQUI e AQUI), tocou o solo com fortes ventos e chuvas torrenciais na noite desta segunda-feira perto de Atlantic City, em Nova Jersey, após paralisar transportes, provocar a desocupação de áreas alagáveis e interromper a campanha para a eleição presidencial da semana que vem.


video

O Centro Nacional de Furacões (CNF) afirmou que o Sandy chegou ao país como um "ciclone pós-tropical", o que significa que ainda tem ventos com força de furacão, mas que perdeu as características de uma tempestade tropical.

O fenômeno natural tocou o solo norte-americano ao sul de Atlantic City, 193 quilômetros a sudoeste de Manhattan, em Nova York. Tinha ventos sustentados de 129 quilômetros por hora, bem acima do limite de intensidade dos furacões.

Ventos fortes e inundações assolaram um trecho de centenas de quilômetros da costa atlântica norte-americana, e há previsão de nevascas fortes mais para o interior, em altitudes mais elevadas, conforme o centro da tempestade se mover para oeste.

A área pela qual o furacão deve passar inclui grande centros populacionais, como Nova York, Washington, Baltimore e Filadélfia.


Infrared image of Hurricane Sandy, another weather front to the west and cold air coming down from Canada at 2:17 p.m. EDT Oct. 29. The hurricane center is the darkest
A área azul é a representação da umidade contida no furacão Sandy,m um dos maiores da história dos EUA.


The Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer on NASA's Aqua satellite acquired this image of Hurricane Sandy at 2:20 p.m. EDT on October 29. Credit: NASA
E isso que o verão nem iniciou...

As imagens me lembraram daquele filme catastrófico, Um dia depois de amanhã, em que tem uma cena em que inúmeros furacões avançam sobre os EUA, causando destruição e mortes. A cada ano, me parece, que as previsões mais pessimistas estão a se confirmando.

O agravamento na quantidade e poder das tempestades ou das secas, causam mais mortes e prejuízos. Recentemente uma grande seca práticamente dizimou a produção de milho e outra culturas nos EUA, causando o aumento de até 80% do preço dos produtos agrícolas no mundo.

Nenhum comentário: