terça-feira, 9 de março de 2010

Terra: um planeta em constante transformação

O terremoto que ocorreu no Chile deve-se ao processo de subducção onde a Placa de Nazca entra pos debaixo da placa Sul Americana, que é responsável pela formação da Cordilheira dos Andes, mostrado a direita na figura acima.

A terra, ao longo da história geológica, pode ser considerada um planeta em constante transformação. Sua estrutura interior e a sua superfície são suscetíveis a mudanças lentas e/ou bruscas. Vulcões e a tectônica de placas estão sempre ocorrendo, principalmente nas bordas das placas tectônicas, onde a atividade sísmica, decorrente dos processos de subducção, faz tremer a terra abaixo dos nossos pés.




Este é um processo natural, dadas as características da Terra que, no meu entender, é um ser vivo e, como tal, está em constante evolução através do tempo. Estes eventos, principalmente os terremotos, tais como os ocorridos recentemente no Haiti e no Chile, devem ser encarados como normais. São centenas ou até milhares de terremotos os ocorridos ao longo da história humana.



Por outro lado, a humanidade, em sua expansão territorial na busca de espaço para viver, foi ocupando quase que todos os cantos do planeta e, consequentemente, as áreas suscetíveis aos sismos, também foram ocupadas.



Assim, por estes dois motivos, a constante transformação do planeta e a ocupação humana vêm causando as catástrofes que estamos assistindo no mundo.



Pode-se argumentar que estes acontecimentos estão cada vez mais constantes. E que isso pode ser resultado de uma maior atividade das camadas interiores da Terra e, quanto a isso, diversas teorias podem ser formuladas. Mas isso é outra conversa...



Mas o que nos importa agora é como a ciência pode se não prever, pelo menos dar indicativos que os terremotos podem ocorrer em determinada época e em determinada área, para que os governos e a população possam estar avisadas e preparadas para enfrentar estes eventos.



Penso que tecnologia nós temos, falta, talvez, mais vontade política de se direcionar o conhecimento para amenizar o sofrimento de milhares de seres humanos. Mas ao Invés disso, mais armas são fabricadas, mais recursos são gastos com a guerra imperialista.



Uma grande pena não é?

Um comentário:

fernando leal disse...

Acho que o nosso planeta enfrenta serios riscos, tambem acho que a colheita feita no interior da terra que e cobiçado pelos mais ricos, o petrolio, na minha openiao o homem estara a sugar uma materia que talvez faça falta para o movimento das placas tectonicas visto por ser uma materia viscosa e que assim as placas ao se movimentar se deslizaria com mais suavidade diminuindo o risco de sismos de grande intencidade, isto seria uma hipotse, segundo se na minha teoria se, se verificar que os sismos aumentam de intencidade em todo o mundo, esta visto que dentro de um curto prazo estaremos a beira duma grande mudança na terra, como no nosso sistema solar que conduzira todos os planetas que avitao em torno dele numa modança constante rumo a uma nova era, em que o tempo para e a terra ja mais aguentara a preçao, fazendo com que aumente a atividade sismica e derretendo parte das placas, diminuindo assim a espessura delas causando grande instabilidade, aumentando a temperatura, e fazendo-nos flutuar como um barco na agua. ISTO E UMA HIPOTSE MINHA.